AVISO! Nem pense em comprar qualquer outro produto para tratamento de espinhas antes de ler isto...

A acne em mulheres adultas

Quando pensamos sobre acne e espinhas, a imagem que vem à mente é de um jovem com o rosto com muitas feridas. Realmente, os jovens, em especial adolescentes, é o maior grupo de risco quando falamos deste distúrbio, pois os hormônios estão em ebulição, o que causa o nascimento das espinhas. No entanto, existe outro grupo de risco: mulheres entre 30 e 40 anos. Devido ao estresse, os hábitos alimentares e especialmente a variação hormonal podem fazer com que o problema apareça ou reapareça. Se esse é seu caso, neste post explicamos como você pode amenizar o problema.

Sendo o estresse uma das causas da acne adulta, é importante saber ou aprender a relaxar e também bem. A preocupação e a falta de sono aumentam a produção do hormônio cortisol, que causa excesso de óleo na pele, que é responsável pelo aparecimento das espinhas. Deve-se dormir 8 horas por noite e reservar um tempo para atividades relaxantes, como malhar e fazer sexo, que melhora a circulação de oxigênio nas células da pele, que combate as bactérias causadoras da acne.

Os hábitos alimentares também tem grande influência na saúde da sua pele, o maior órgão do corpo humano. Por isso é importante evitar alimentos com açúcar que aumentam a insulina no sangue, que produz sebo em excesso e faz com que sua pele encha de espinhas. É importante ingerir carboidratos integrais e alimentos ricos em fibras, como legumes e verduras, que além de prolongar a saciedade, fazem com que a insulina não tenha grande produção. Exclua o chocolate de sua dieta.

Cuide também a frequência em que suas espinhas aparecem. Caso a maior incidência seja apareçam uma semana antes da menstruação, é provável que o causa seja seu anticoncepcional. Converse com seu ginecologista para trocar o remédio que a espinhas podem desaparecer.

Quer saber como se livrar de vez das espinhas e da acne? Acesse http://semespinhaseacne.com e descubra como!

Se você gostou do post compartilhe-o no +1, Facebook e Twitter. Utilize os comentários abaixo para dúvidas, críticas ou elogios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *