AVISO! Nem pense em comprar qualquer outro produto para tratamento de espinhas antes de ler isto...

Arquivo de novembro de 2013

Como controlar a acne na mulher adulta

Postado por em 22/nov/2013 - Sem Comentários

Como controlar a acne na mulher adulta

Algumas mulheres entre 25 e 35 anos sofrem com espinhas e acne quando possuem oleosidade excessiva e acne inflamatória que geralmente fica pior quando está perto de menstruar. A acne na mulher adulta tem se tornado um problema cada vez mais frequente devido a uma produção maior de hormônios masculinos nesta faixa etária. Mas há chance de mulheres mesmo com níveis normais de andrógenos sofrerem com espinhas, por causa da hipersensibilidade dos receptores desses hormônios na pele em certo momento de suas vidas. No entanto, existem algumas formas de controlar ou acabar com esse problema.

Pílulas anticoncepcionais e substâncias anti-andrógenas ajudam a impedir que hormônios masculinos ativem os receptores das glândulas. Ativos aplicados diretamente na pele também controlam a oleosidade como zinco, alfa-hidroxiacidos, retinóides, peróxido de benzoíla, ácido salicílico e enxofre. Da mesma forma, peróxido de benzoíla, ácido salicílico, extrato de chá verde, entre outros, atuam como anti inflamatórios e podem ser soluções para o problema.

Esfoliar regularmente a pele é outra maneira de controlar a acne, pois ajuda a remover as células mortas na superfície do corpo. Sabonetes a base de ácido salicílico reduzem a formação das bactérias e controlam a multiplicação das células da camada córnea. Produtos que possuem de peróxido de benzoíla aumentam a concentração de oxigênio na pele, e sufocam a acne, que precisa de um meio anaeróbio para se multiplicar. Antibióticos tópicos também podem ser utilizados.

Lembrando sempre que, antes de utilizar qualquer medicação, é imprescindível consultar seu dermatologista para acompanhamento médico. Você não precisa conviver com esse problema que atrapalha tanto sua vida e lhe deixa infeliz! Quer saber como se livrar de vez das espinhas e da acne? Acesse http://www.semespinhaseacne.com e descubra como!

Se você gostou do post compartilhe-o no +1, Facebook e Twitter. Utilize os comentários abaixo para dúvidas, críticas ou elogios.

Espinhas: cuidado com a oleosidade da pele

Postado por em 08/nov/2013 - Sem Comentários

Espinhas

A forma mais fácil de não ter problemas com as espinhas é fazendo uma prevenção com qualidade, evitando o que causa esse problema. A oleosidade é um dos fatores que mais contribui para que a acne apareça em nosso corpo, e por isso que é extremamente importante evitar que isso ocorra. Se você tem espinhas causadas pela oleosidade, com a mudança de alguns hábitos é possível que a acne desapareça.

Talvez o cuidado mais importante que se deve ter é a temperatura da água do chuveiro no momento do banho. Quando ela é muito quente, a oleosidade natural da pele é eliminada, e, dessa forma, o organismo é obrigado a produzir mais sebo para compensar. Quando isso acontece, é provável que haja excesso de óleo em seu corpo. Regule a temperatura para fria ou no máximo morna para que isso não ocorra.

Quem tem o hábito de utilizar maquiagem diariamente também deve ficar atento para os problemas com acne que podem resultar quando se o processo não é feito corretamente. Quem tem a pele naturalmente oleosa, geralmente utiliza o pó para evitar o brilho excessivo da pele. É necessário limpar a pele após a utilização desse tipo de produto, preferencialmente com uma espuma de limpeza combina com uma loção adstringente para que sua maquiagem não vire um problema.

O sol também é um fator que aumenta a oleosidade da pele, por isso nunca saia de casa sem passar protetor solar. Existem produtos que são específicos para peles oleosas, então não economize e compre os que melhor funcionarão para você. Quem passa boa parte de seu dia em um ambiente com ar condicionado também deve ter cuidado, pois a pele tende a ficar ressecada e o aumento da oleosidade é um processo natural do corpo. Procure ficar hidratado, bebendo bastante água para que não hajam muitos danos a sua pele.

Quer saber como se livrar de vez das espinhas e da acne? Acesse http://www.semespinhaseacne.com e descubra como!

Se você gostou do post compartilhe-o no +1, Facebook e Twitter. Utilize os comentários abaixo para dúvidas, críticas ou elogios.

Chocolate causa espinhas?

Postado por em 01/nov/2013 - Sem Comentários

Chocolate causa espinhas

É inegável o desconforto que as espinhas provocam pra quem tem que conviver diariamente com esse problema. Além das óbvias complicações estéticas, especialmente quando elas aparecem no rosto, as feridas provocam dores que torturam quem as possui. Quando as danadas aparecem nas costas é difícil até mesmo sentar em cadeiras com encosto. Mas o que causa as espinhas? Como evita-las?

Muitos mitos cercam as causas do aparecimento da acne, e a grande maioria é completamente ou parcialmente falsa. Uma história bem popular entre adolescentes e quem tem acne é de que comer chocolate faz com que as espinhas apareçam e se espalhem com mais rapidez. Por causa disso muitas pessoas deixavam de ingerir o doce e se privavam da guloseima por anos.

No entanto, até hoje, não há nenhuma comprovação científica ou estudo que afirme que comer chocolate cause espinhas. A relação que se pode fazer é que ingerir gordura saturada frequentemente aumenta a oleosidade do corpo e isso determina o aparecimento da acne. Dessa forma, quem consome diariamente junk food, aquelas comidas fritas ou pré-cozidas e rápidas de fazer, pode sim ter problema com espinhas.

Por isso, o chocolate não é o maior vilão, e sim a gordura dos alimentos que você come. É claro que consumindo frequentemente chocolate, as chances de aparecerem espinhas são grandes, pois a maioria desses produtos contém bastante gordura. Mas sua ingestão moderada, e sendo chocolates com pouca gordura, terá pouca influência sobre a sua pele, se você tiver uma dieta saudável.

Quer saber como se livrar de vez das espinhas e da acne? Acesse http://www.semespinhaseacne.com e descubra como!

Se você gostou do post compartilhe-o no +1, Facebook e Twitter. Utilize os comentários abaixo para dúvidas, críticas ou elogios.